contatosite@mfmambiental.com (69) 3322-1669 LOGIN
CACOAL IMAGEM CIDADE (1)

Aterro Sanitário e sua fundamental importância para saúde de todos

Post Series: Notícias

De acordo como o Ministério do Meio Ambiente, muitos municípios brasileiros ainda persistem no descumprimento da legislação ambiental de acordo com a lei (12.305/10) que determina o fim dos ‘Lixões’ em todo o país. Em Razão do descumprimento da respectiva lei muitos municípios acabam encontrando dificuldades na hora de pleitear recursos federais.

Uma grande parcela de cidades brasileiras ainda está atrasada de acordo com uma pesquisa referente ao IDH, nos municípios com lixão. 2014 foi o prazo dado pelo Ministério do Meio ambiente para extinção dos chamados “lixões a céu aberto” mas ainda é considerado baixo o número de municípios que apresentaram seus planos de gestão de resíduos sólidos ao Ministério do Meio Ambiente. Isso significa que, apesar da obrigatoriedade, muitas cidades brasileiras não podem pleitear recursos federais destinados ao setor, como os do Plano Nacional de Resíduos Sólido.

Dificuldades:
O atraso na entrega dos planos evidencia a dificuldade para se extinguir os lixões no país, conforme determina a Lei 12.305.

Diferentes das cidades que ainda não adotaram a política correta para a destinação do lixo urbano, os municípios de Vilhena e Cacoal -RO saíram na frente e foram privilegiados com a implantação dos aterros sanitários, elaborando assim seus planos de gestão de resíduos sólidos. A dupla se destaca nessa relação pelo tamanho da população, Vilhena (Cone Sul do estado com 90 mil habitantes e Cacoal com pouco mais de 88.500 moradores, tendo assim o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) acima das médias nacional. A implantação dos aterros é uma parceria entre a empresa (MFM SOLUÇÕES AMBIENTAIS) com as prefeituras dos referidos municípios.

Para mais informações:
AROLDO TAVARES
GESTOR E ANALISTA AMBIENTAL
CEL: 69 9331 6435
69 8481 4151
69 9906 8696
69 3441 5809

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • FUNCIONÁRIOS e REFEITÓRIOS
    Condições adequadas de trabalho com instalações preparadas para seus trabalhadores e cooperados, com banheiros, vestiários, refeitórios com cardápio diversificado e com ótimo padrão de qualidade.
          

  • A Disposição Final
    O material não reciclável é recolhido na zona de embarque através de caminhões e designados para as células de disposição final de resíduos.

  • TRATAMENTO QUÍMICO
    Durante a decomposição dos resíduos, forma-se o chorume, líquido que é coletado e enviado para as lagoas de tratamentos, e em seguida bombeado para a central de tratamento químico, onde é feita a adição de substâncias químicas ao chorume, que passa por tanques de decantação e chega a esta fase com alto índice de pureza, atingindo cerca 90% de qualidade e posteriormente devolvida ao meio ambiente.

  • A SELETIVIDADE
    Através de colaboradores terceirizados ou efetivos é feita a triagem dos resíduos, separando os recicláveis.

  • COLETA DE LIXO
    é um processo que consiste na separação e recolhimento dos resíduos descartados por empresas e pessoas através dos CAMINHÕES DE COLETA, contratado pela prefeitura do seu município.
    Já a DISPOSIÇÃO FINAL dos resíduos sólidos urbanos é a distribuição ordenada de rejeitos em aterros, observando normas operacionais específicas de modo a evitar danos ou riscos à saúde pública e à segurança e a minimizar os impactos ambientais, obrigatoriamente deve ter proteção do ar e do solo, assim como tratamento do chorume e do gás proveniente do aterro. Qualquer outra solução que não possua essas características não pode ser chamada de ATERRO SANITÁRIO.
    MFM soluções ambientais aterros em Cacoal e Vilhena, não realiza a coleta dos resíduos, a mesma é feita pelos órgãos competentes e encaminhada para a DISPOSIÇÃO FINAL dos resíduos sólidos urbanos em nossos aterros sanitários.